Corpo de professora assassinada em Riachão ainda não chegou ao DPT de Feira

A professora Ienata Pedreira Rios foi encontrada morta dentro de casa (Foto: Reprodução / Facebook)
A professora Ienata Pedreira Rios foi encontrada morta dentro de casa (Foto: Reprodução / Facebook)

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

O corpo da professora Ienata Pedreira Rios, encontrada assassinada a facadas no interior de sua residência na cidade de Riachão do Jacuipe, na tarde de ontem (3), ainda não chegou ao Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Feira de Santana – Região Centro Norte Baiana- conforme relato feito pelo repórter Carlos Valadares, às 10h30 desta segunda-feira (4). A professora de 35 anos foi encontrada morta, com golpes de faca, e a arma ficou cravada no pescoço. Existe a suspeita que o crime tenha acontecido durante a madrugada de ontem e apesar disso, o corpo ainda não chegou ao DPT de Feira. De acordo com o repórter Carlos Valadares, um rabecão do DPT de Serrinha, que não realiza necropsia, se deslocou para remover o corpo até Feira de Santana, mas precisou desviar da rota para realizar outro levantamento cadavérico.

(*Central de Polícia)