‘Pertencente’ segue em cartaz na Casa do Benin

Casa do Benin, Pelourinho, Salvador. Foto: Divulgação
Casa do Benin, Pelourinho, Salvador. Foto: Divulgação

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

A exposição “Pertencente, Appartenant, Ohun Ini”, em cartaz na Casa do Benin, em Salvador, foi prorrogada até o dia 31 de julho. A mostra, aberta ao público desde maio, une instalações fotográficas e exibições audiovisuais que mostram formas de ocupação urbana e elementos da identidade cultural que os agudás – descendentes de escravos no Brasil que voltaram à África – levaram ao Benin após o seu retorno à terra de seus pais.

A exposição foi concebida pelo beninense Abiodun Mourchid Moubaracq com os brasileiros Monica da Costa e Renato Santos. Um total de 25 fotografias recriam o ambiente de construções agudás, caracterizado pela arquitetura afro-brasileira, e diversos vídeos documentam tradições baianas exportadas para o Benin, a exemplo da Festa do Senhor do Bonfim, da Burrinha e do Carnaval. A mostra pode ser visitada de segunda a sexta, das 10 às 18h. A Casa do Benin fica na Rua Padre Agostinho Gomes, nº 17, Pelourinho.

Serviço

O que: Exposição “Pertencente, Appartenant, Ohun Ini”

Quando: Até 31 de julho, de segunda a sexta, das 10 às 18h.

Onde: Casa do Benin – Rua Padre Agostinho Gomes, nº17, Pelourinho.

Entrada Gratuita

Casa do Benin, Pelourinho, Salvador. Foto: Divulgação
Casa do Benin, Pelourinho, Salvador. Foto: Divulgação