Procon-BA alerta consumidores sobre cuidados durante a greve dos Correios

O diretor de relações públicas do sindicato, Alex Damasceno, avalia que a paralisação atinge 50% das agências nesta quarta (Foto: Repodução/ Gilson Teixeira /OIMP/D.A Press. Brasil)
O diretor de relações públicas do sindicato, Alex Damasceno, avalia que a paralisação atinge 50% das agências nesta quarta (Foto: Repodução/ Gilson Teixeira /OIMP/D.A Press. Brasil)

COMPARTILHE:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no google
Compartilhar no email

Durante o período da greve dos Correios, os fornecedores devem disponibilizar os canais alternativos de atendimento. Os consumidores que não receberem faturas até a data de vencimento, devido à greve nacional dos Correios – iniciada no último dia 16 em 15 estados do Brasil, mais o Distrito Federal – deverão providenciar outros meios de quitá-las para que não tenham que pagar multas e juros. A greve não isenta os consumidores de taxas por atraso, conforme esclarece o Procon-BA, órgão da Secretaria da Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS).

30/09/2011. Crédito:Gilson Teixeira /OIMP/D.A Press. Brasil. São Luís - MA.Greve dos Correios no MA.
Foto: Reprodução/ Gilson Teixeira

O coordenador-técnico do órgão, Filipe Vieira, orienta que o consumidor deverá entrar em contato com o fornecedor, antes do vencimento das faturas, para informar sobre o não recebimento e solicitar que sejam disponibilizadas outras formas de acesso às contas: por email, pelo site, fax, loja credenciada, entre outros.

Nos casos de compra de produtos a distância, durante a greve, caberá ao fornecedor informar ao consumidor no ato do pedido que a entrega poderá atrasar, em virtude da greve. Nestes casos, é necessário buscar orientações junto aos fornecedores sobre as alternativas para o recebimento dos produtos, podendo o consumidor ingressar com ação judicial, caso tenha algum tipo de prejuízo, em virtude do não recebimento. É importante que o consumidor acompanhe o pedido junto ao site da empresa e dos Correios.