Fogo começou no motor. Foto: Weslei Santos/Blog do Sigi Vilares.

Fogo começou no motor. Foto: Weslei Santos/Blog do Sigi Vilares.

Uma carreta carregada de sal pegou fogo nesta quinta-feira (24), na BR-020, na altura do povoado de Novo Paraná, no município de Luís Eduardo Magalhães, extremo oeste da Bahia. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista do veículo, de 62 anos, informou que dirigia na rodovia quando percebeu que o motor estava pegando fogo.

Ele abandonou o carro no acostamento e conseguiu sair ileso antes de o veículo incendiar. Conforme a PRF, o fogo não chegou a atrapalhar o tráfego na rodovia. As chamas foram apagadas com ajuda de populares. A polícia informou que, apesar de o veículo ter ficado destruído, apenas cerca de 10% da carga de sal foi prejudicada com o incêndio.

Com informações do G1.

2

Material reciclável precisa estar em condições específicas. Foto: Mila Cordeiro.

O projeto ‘Vale Luz’, que concede descontos na conta de energia elétrica em troca de materiais recicláveis, passará por 15 bairros de Salvador durante o mês de outubro. Confira aqui o itinerário da iniciativa em outubro.

São aceitos como recicláveis metal, papel, papelão e plásticos. Alguns cuidados devem ser tomados no momento da coleta: papéis e plásticos, por exemplo, não podem estar sujos ou molhados; no caso das latas de alumínio, devem estar sem areia, pedra ou materiais que comprometam a pesagem.

Para participar, o cliente deverá ir até o caminhão do projeto, apresentar a última conta de energia paga, seu documento de identidade, ser maior de 18 anos e levar o material reciclável, o qual será devidamente pesado. Após o cadastro, cada cliente receberá um cartão Vale Luz para registrar seus descontos na conta de energia.

Com informações do G1.

Encerra nesta sexta-feira (25) a 5ª edição da Semana Nacional da Execução Trabalhista, iniciada no último dia 21, visando realizar 1.116 audiências de conciliação nas 88 varas do Tribunal Regional do Trabalho da Bahia (TRT-BA). A meta principal é fazer com que cidadãos recebam valores que lhes são devidos em processos já julgados pela Justiça do Trabalho. A ação é organizada pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT).

Dentre as audiências desta sexta-feira, o destaque é da que envolve o Hospital Espanhol (Real Sociedade Espanhola), que tem acordo global firmado perante o TRT e pretende renegociar a dívida em pelo menos mil ações remanescentes. Conforme o tribunal, todos os advogados e ex-funcionários com ações trabalhistas ajuizadas contra o hospital estão convocados para a audiência, às 9 horas, no auditório do edifício-sede do TRT, no bairro de Nazaré, Salvador.

Segundo a juíza Ana Paola Diniz, titular da Coordenadoria de Execução e Expropriação e auxiliar da presidência do TRT-BA, a semana passou por alterações a partir da edição 2014. “Agora, o objetivo não é apenas realizar audiências para a conciliação dos processos de execução, mas possibilitar que os juízes tenham contato com as partes envolvidas, para saber de informações importantes, colher dados para possibilitar, se não houver acordo, que o processo possa avançar e chegar ao fim”, detalha.

Mesmo ainda estando sem dados consolidados, de acordo com a magistrada, tem ocorrido conciliação durante as sessões. “Na audiência, eles próprios podem criar a solução mais adequada, com a intermediação do juiz”, afirma. Ela ressalva que a meta não é simplesmente desafogar o Judiciário, baixar índices de processos em andamento. “Na verdade, é prestar um serviço à população de maneira que ela se sinta acolhida”, revela.

A juíza Ana Paola destaca que um dos principais entraves para a agilidade dos processos são as condições econômicas do devedor para pagar o determinado pela Justiça. “Se for um devedor que não tenha boa condição econômica, ou que tenha bens que não são fáceis de vender, é uma execução um pouco mais longa, infelizmente”, conta.

A greve dos servidores do Judiciário, segundo ela, resultou em alguns obstáculos. “Algumas varas tiveram dificuldades de colocar pautas específicas de execução, porque têm que escolher processo, marcar audiência, notificar as partes”, frisa.

Leilão

Na última quarta-feira (23), o TRT arrecadou cerca de R$ 270 mil, com um total de 21 lotes arrematados em 70 ofertados em um leilão de bens, realizado no Comércio e também online. Foram leiloados vários tipos de bens, penhorados para pagar as dívidas dos devedores. Entre os lotes arrematados está um apartamento de dois quartos, com área total de 127,28 m², no Caminho das Árvores, comprado por R$ 191 mil. O próximo pregão será às 9 horas desta sexta, em Itabuna, no Fórum Humberto Machado, bairro São Caetano.

Solicitação

Empresas e trabalhadores com processos na Justiça do Trabalho baiana e que querem conciliar devem enviar e-mail para conciliar@trt5.jus.br, informando o número do processo e o nome do reclamante e reclamado. A audiência ainda pode ser solicitada pessoalmente, na vara onde o processo tramita. Em Salvador, ela pode ser pedida na Coordenadoria de Execução – 4º andar do Fórum do Comércio – ou no Juízo de Conciliação do 2ª Instância, situado no 1º andar, bloco B, do Edifício Ministro Coqueijo Costa, em Nazaré.

Com informações do site do jornal A Tarde.

Foto de capa extraída do site CBN Salvador.

Estudo conclui que mais de cinco horas diárias diante da tela dobram chances de embolia pulmonar. Foto: Reprodução/Deutsche Welle

Estudo conclui que mais de cinco horas diárias diante da tela dobram chances de embolia pulmonar. Foto: Reprodução/Deutsche Welle

Além da já conhecida influência nos índices de obesidade, a televisão pode aumentar também os riscos de embolia pulmonar. A constatação é de um estudo recente conduzido pelo pesquisador Toru Shirakawa, da Universidade de Osaka, no Japão, e apresentado durante encontro da Sociedade Europeia de Cardiologia (ESC).

Shirakawa analisou, por 18 anos, mais de 86 mil pessoas, entre mulheres e homens de 40 a 79 anos. Eles foram divididos em três grupos, de acordo com o tempo gasto na frente da TV: menos de duas horas e meia, de duras horas e meia a menos de cinco horas e cinco horas ou mais.

Segundo a pesquisa, pessoas que passam cinco ou mais horas por dia assistindo à TV têm o dobro de risco de desenvolver uma embolia pulmonar do que aquelas que gastam menos de duas horas e meia diárias com isso.

A embolia pulmonar é uma doença grave, causada por coágulos sanguíneos formados, geralmente, nos vasos da perna. Se eles permanecem no membro inferior, podem causar trombose. Como o coágulo bloqueia o fluxo de sangue, provoca dor e inchaço na região. Se o coágulo se desprende e cai na corrente sanguínea, acontece o processo de embolia, que pode atingir, além dos pulmões, cérebro e coração.

Dores no peito e falta de ar podem ser sinais de embolia pulmonar. Os fatores de risco incluem câncer, repouso prolongado, falta de exercícios e uso de contraceptivos orais.

A relação entre ver TV e desenvolver a doença foi maior em pessoas com menos de 60 anos. Nessa faixa etária, assistir à televisão mais de cinco horas por dia gerou um risco seis vezes maior de embolia pulmonar em comparação com o grupo que gastava menos de duras horas e meia.

Segundo Shirakawa, a imobilidade das pernas durante a exposição televisiva pode explicar, em parte, a descoberta. “Para prevenir a ocorrência de embolia pulmonar, recomenda-se fazer uma pausa, levantar e caminhar enquanto se assiste à TV. Beber água para evitar a desidratação também é importante”, recomenda o pesquisador.

O uso de outros aparelhos eletrônicos com base visual, como computadores e smartphones, também pode ter relação com o desenvolvimento da doença, mas, para Shirakawa, mais pesquisas são necessárias. “A prática prolongada de jogos de computador tem sido associada com a morte por embolia pulmonar, mas, no nosso conhecimento, uma relação com o uso de smartphones ainda não foi relatada.”

“Bullying” entre crianças

Outra pesquisa, desta vez no Canadá, apontou que a exposição precoce das crianças à TV pode aumentar as chances de elas sofrerem bullying na escola.

Linda Pagani, membro do Centro de Pesquisa do Hospital Sainte-Justine, ligado à Universidade de Montreal, acompanhou o crescimento de 1.997 meninas e meninos. Ela concluiu que o número de horas gasto por eles durante 29 meses (dois anos e cinco meses) assistindo à televisão está relacionado com a probabilidade de eles sofrerem bullying na sexta série.

“É plausível que hábitos adquiridos muito cedo e caracterizados por experiências que exigem menos esforço e interação, como ver TV, resultem em deficits de habilidades sociais. Mais horas gastas com a televisão deixam menos tempo para a interação familiar, que continua sendo o principal veículo de socialização”, explica Pagani.

Os hábitos televisivos das crianças foram informados por seus pais, e os acontecimentos na sexta série, relatados pelas próprias crianças. A elas, foram feitas perguntas como “quantas vezes outros alunos tiraram os seus pertences de você?” e “quantas vezes você foi abusada física ou verbalmente?”.

“Cada 53 minutos diários a mais na frente da TV aos 29 meses acarretaram um aumento de 11% na intimidação que a criança sofreu por parte de colegas da sexta série”, disse Pagani.

Segundo ela, a exposição precoce à televisão também está relacionada com prejuízos no desenvolvimento de funções cerebrais que dirigem a resolução de problemas, a regulação emocional, a competência social para jogos em grupo e o contato social positivo.

“Ver muita TV nessa fase pode levar também a hábitos de contato visual falhos, o que é um empecilho para fazer amizades e para a autoafirmação na interação social.”

Números do Brasil

Em 2014, o brasileiro passou, em média, 4h31 por dia exposto à televisão de segunda a sexta-feira, e 4h14 nos finais de semana. Segundo a última Pesquisa Brasileira de Mídia, realizada pelo Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope).

Dos 18 mil entrevistados, 73% afirmaram ter o hábito de assistir à TV diariamente, e 79% ligam o aparelho para se informar.

A exposição à TV varia conforme o gênero, a idade e a escolaridade. De segunda a sexta, as mulheres passam mais horas (4h48) em frente à TV do que os homens (4h12). Os brasileiros de 16 a 25 anos assistem cerca de uma hora a menos de televisão por dia da semana (4h19) do que os acima de 65 anos (5h16). O televisor fica mais tempo (4h47) ligado na casa das pessoas que estudaram até a quarta série do que no lar de quem tem ensino superior (3h59).

* Deutsche Welle

O fenômeno da superlua irá começar às 21h11 (no horário de Brasília). Já o eclipe têm início às 23h11 e irá durar uma hora e doze minutos. (Foto: Reprodução)

O fenômeno da superlua irá começar às 21h11 (no horário de Brasília). Já o eclipe têm início às 23h11 e irá durar uma hora e doze minutos. (Foto: Reprodução)

O espetáculo da superlua volta acontecer pela sexta vez, deste 1900, neste domingo (27), e poderá ser visto em todo o mundo. Um eclipse total irá ocorrer quando a lua estiver anormalmente grande e brilhante no céu da Terra. E a Lua estará mais perto do nosso planeta, e bem maior no céu. Este será o primeiro eclipse da superlua desde 1982, e o último até 2033. Esse fenômeno celestial raro tem relação com a órbita eliptica da lua em volta da Terra. A Nasa explica que, quando a Lua está o mais distante possível da Terra, a situação é chamada de apogeu, e quando está mais próxima é chamada de perigeu. No dia 27, poderemos observar a lua cheia em perigeu, a lua cheia mais próxima da Terra no ano.

A lua fica 50 mil quilômetros mais próxima da Terra no perigeu do que no apogeu, e como resultado, as luas cheias de perigeu, também conhecidas como superluas, parecem 14% maiores e 30% mais brilhantes no céu. Por outro lado, eclipses lunares normais não são tão incomuns de acontecerem. Em média, um observador vê esse tipo de fenômeno a cada dois anos e meio.

O fenômeno da superlua irá começar às 21h11 (no horário de Brasília). Já o eclipe têm início às 23h11 e irá durar uma hora e doze minutos.

As provas serão aplicadas no dia 8 de novembro. (Foto: Reprodução / Ilustração)

As provas serão aplicadas no dia 8 de novembro. (Foto: Reprodução / Ilustração)

Estão abertas as inscrições para preenchimento de 260 vagas através de concurso público para diferentes áreas no município de  Macururé – Região do Vale do São Francisco Baiano. As vagas estão distribuídas para profissionais dos níveis fundamental, médio e superior, e os salários variam de R$ 788 a sete mil, dependendo da área de atuação. As inscrições podem ser feitas até a próxima quinta-feira (30) no site da Funcarj, com taxas variando entre R$ 40,00 a R$ 100,00.

Para nível fundamental há disponibilização de vagas para agente de limpeza pública, auxiliar de serviços gerais, ajudante de pedreiro, pedreiro, cozinheiro, jardineiro, mecânico de máquinas pesadas, merendeira, operador de máquinas pesadas, almoxarife, operador de poços artesianos e soldador. Para nível médio estão disponíveis para atendente de farmácia, atendente de regulação – samu, operador de microcomputador, guarda municipal, motorista, professor de educação infantil, recepcionista, secretário escolar, técnico de enfermagem e técnico agrícola. E por fim assistente social, enfermeiro, farmacêutico, fisioterapeuta, médico, médico psf, nutricionista, odontólogo, professor fundamental, professor de matemática, professor de português, professor de geografia, professor de história, professor de ciências naturais e professor de educação física, para nível superior. As provas serão aplicadas no dia 8 de novembro.

Como Membro do Comitê Brasileiro do Pacto Global, a Braskem, maior petroquímica das Américas e líder mundial na produção de biopolímeros, será uma das principais representantes das empresas nacionais e suas iniciativas na Cúpula do Desenvolvimento Sustentável, que acontece na sede da ONU (Organização das Nações Unidas), em Nova York, de 25 a 27 de setembro.

Durante o encontro, líderes mundiais formalizam o compromisso com os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), que dão um passo além dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, estabelecidos em 2000, e pretendem ser um novo marco para integrar balancear as dimensões econômicas, sociais e ambientais em todos os países do mundo (www.globalgoals.org/pt). Um instrumento concreto para promover a prosperidade de forma igualitária, respeitando os limites do planeta e engajando todos os agentes pela promoção de amplas parcerias.

“Uma importante diferença em relação às Metas do Milênio é o explícito envolvimento do setor empresarial como um agente fundamental para o desenvolvimento sustentável, ao estabelecer compromissos concretos com a sociedade, criando soluções, gerando empregos e compartilhando riquezas”, afirma Jorge Soto, diretor de Desenvolvimento Sustentável da Braskem, que é membro do Conselho do LEAD Global Compact, grupo de líderes que reúne em torno de 50 empresas que se destacam por uma postura proativa e estratégica em sustentabilidade entre as mais de 8.000 signatárias do Pacto Global (https://www.unglobalcompact.org/take-action/leadership/gc-lead1).

A Braskem está envolvida ativamente no processo desde o início das discussões sobre os objetivos e suas 169 metas, na Conferência Rio+20 (2012). De acordo com Soto, apesar de os objetivos serem globais, foram pensados de forma a conversar com políticas e iniciativas regionais e locais. “Nós colaboramos para dar o olhar brasileiro sobre as principais questões apresentadas, pois a realidade de cada país é bastante diferente”, diz Soto. “Com uma matriz energética mais limpa e com produtividade diferenciada em biomassa, setores industriais com atualização tecnológica e diversas empresas com apetite para inovar e para se posicionar em relação ao meio ambiente, o Brasil tem grande potencial para ser exemplo de economia verde e inclusiva e influenciar o comportamento mundial.”

A Braskem já está avançada na adoção de uma gestão de negócios que promova a sustentabilidade de forma abrangente e concreta ao definir dez macro-objetivos a serem cumpridos até 2020 nos pontos de maior atenção das nossas diversas partes interessadas: segurança, resultado econômico-financeiro, pós-consumo, recursos renováveis, eficiência hídrica, mudanças climáticas, eficiência energética, desenvolvimento de soluções e fortalecimento de práticas. “A Braskem se comprometeu publicamente a adotar os princípios do desenvolvimento sustentável desde o primeiro dia da sua formação e desde então estamos atentos a oportunidades para ampliar nossa contribuição para a sustentabilidade através dos nossos negócios”, afirma Jorge Soto, diretor de Desenvolvimento Sustentável da Braskem.

Saiba mais sobre a estratégia sustentável da Braskem: www.braskem.com.br/estrategia-sustentavel.

No município de Itapetinga, o bebê teve a cabeça arrancada e depois costurada novamente ao corpo pela equipe médica (Foto Ilustração)

No município de Itapetinga, o bebê teve a cabeça arrancada e depois costurada novamente ao corpo pela equipe médica (Foto Ilustração)

A Polícia Civil de Itapetinga – Região Sul Baiana – investiga o caso de um bebê que teve a cabeça decepada durante o parto no Hospital Cristo Redentor, administrado pela Fundação José Silveira. Paulo César Moreira Silva, 46 anos, contou que o filho morreu durante o parto, realizado no dia 6 de setembro, quando teve a cabeça arrancada e depois costurada novamente ao corpo pela equipe médica. O parto era conduzido pelo médico Rubem Moreira Santos, que foi afastado pela Fundação José Silveira após a morte da criança.

Após a morte da criança, o médico foi imediatamente afastado da unidade. A Fundação José Silveira informou que, ao assumir a direção do hospital, em julho de 2013, Rubem Santos já fazia parte do corpo clínico, e que não havia queixas contra ele. Em nota, a fundação informou que foi instaurada uma sindicância interna para apurar o procedimento e que o médico foi denunciado ao Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb). De acorso com o Correio, o Cremeb disse que, até as 18h de ontem (23), não havia nenhuma queixa contra o médico relacionada a este caso. O conselho não informou se há outros inquéritos contra o médico. A Secretaria de Saúde de Itapetinga não confirmou se o médico já foi afastado.

 

Segundo Paulo César, o parto estava programado para acontecer no dia 8 de setembro, mas a esposa começou a sentir dores dois dias antes. Ela foi levada para o Hospital Cristo Redentor, onde o médico teria avaliado que o parto seria normal. Paulo César afirma que, em seguida, o médico teria saído para dar plantão em outro hospital. “Nesse dia ele estava dando plantão em outros três hospitais ao mesmo tempo, no Cristo, na UPA e no Samu”, afirma o pai. Ainda segundo Paulo César, como o médico não estava na unidade, as enfermeiras ligaram pelo menos oito vezes para informar que não seria possível fazer um parto normal. Ao retornar para o Cristo Redentor, o médico teria insistido no procedimento.

“A barriga não tinha descido. A última coisa que ela se lembra é do médico e mais quatro pessoas em cima dela para fazer a barriga descer. Depois, ela desmaiou”, relatou o pai de Luis Miguel, que nasceria com 5,8 kg. Durante o procedimento, a criança ainda teve as duas clavículas quebradas. Paulo César disse acreditar que o bebê ficou preso no canal vaginal e sufocou. Para retirá-lo, o médico decidiu decapitar a criança. O restante do corpo foi retirado através de uma cesariana. Em seguida, a equipe médica suturou a cabeça do bebê de volta ao corpo.

“Ele me chamou no consultório e me relatou de forma muito natural o que aconteceu. Disse que, em 43 anos, isso nunca tinha acontecido, mas que sempre havia uma primeira vez para tudo. Disse que tentou fazer o parto normal, não conseguiu, e teve que cortar a cabeça toda fora para tirar por um lado e o corpo pelo outro”, disse. “Eu perguntei: ‘Doutor, uma criança com 5,8kg tinha como ser parto normal?’, e ele não respondeu”, contou Paulo César.

O Sistema Municipal de Intermediação de Mão de Obra (SIMM) disponibiliza nesta sexta-feira (25) mais de 300 vagas para pessoas com deficiência em Salvador.

O Dia-D, Dia de Inclusão Social e Profissional das Pessoas com Deficiência e dos Beneficiários Reabilitados do INSS, ação coordenada pelo Ministério do Trabalho e Emprego, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Trabalho e Emprego (Sedes), integra a Agenda do Trabalho Decente e o Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência – Viver sem Limite.

O objetivo é fortalecer as políticas de empregabilidade de pessoas com deficiência, possibilitar a aproximação entre as empresas e esses trabalhadores, além de ampliar o número de deficientes inseridos no mercado formal de trabalho.

O evento será realizado até as 17h na sede do SIMM, localizada na Rua Miguel Calmon, no Comércio, e contará com a presença da Coordenadora do Sistema Nacional de Emprego (SINE), Ivana Lucia Zillig de Paiva.

Há vagas para auxiliar administrativo, repositor, vendas, operador de caixa, enfermeiro, técnico,  cobrador de ônibus, motorista, auxiliar de limpeza, recepcionista, entre outras. As pessoas com deficiência e os beneficiários reabilitados do INSS poderão fazer ou atualizar o cadastro no SIMM durante todo o dia e para isso, é necessário apresentar a carteira de trabalho, RG e o CPF.

O Ministério do Trabalho e Emprego atua de forma conjunta com as Secretarias de Trabalho e Emprego dos Estados e Municípios, responsáveis pela execução local das ações do SINE. No dia 2 de outubro, haverá uma ação semelhante na unidade do SineBahia, localizada na Av. ACM, n° 3.359, Edifício Torres do Iguatemi. ​

Música para todos os gostos, exposição de arte, poesia,  entre outras atrações. Confira as opções de laser proporcionadas pelo projeto Pelourinho Dia & Noite.

Através do trabalho realizado pela Fundação Gregório de Mattos (FGM), a Galeria a Céu Aberto expõe obras do artista Iraquitan Sá fotografadas por Saulo Kaiuma todos os dias até 31 outubro, no Terreiro de Jesus. Os visitantes podem conferir obras que retratam diversas fases do local, que completa 30 anos de tombamento como Patrimônio da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Nesta quinta-feira (24), das 19h às 21h, o grupo Resistência Poética vai movimentar as ruas, bares, e restaurantes do Pelourinho na ação Poesia no Pelô. Formado por oito jovens moradores de diversos bairros periféricos de Salvador, o grupo utiliza os versos para levar informação e reflexão sobre diversos temas, como racismo, machismo, discriminação, entre outros. Atuam em ônibus, escolas, universidades, entre outros, buscando mostrar que muita coisa boa vem da periferia.

O Música nas Esquinas começa as atividades na sexta-feira (25), das 18 às 19h, com performance do baixista Luciano Calazans. O músico vai apresentar o projeto “Baixo em Pauta”, que visa a interação entre o público e o instrumento, mostrando a sua importância e potência. Reconhecido no universo da música popular brasileira, o artista já tocou com personalidades como Gilberto Gil, Marisa Monte, Ivete Sangalo, Lenine, Carlinhos Brown, Milton Nascimento, entre outros.

No sábado (26), das 19h às 20h30, o Grupo Preto Tipo A leva samba para as ruas do Pelourinho, numa apresentação itinerante. Atuante há sete anos no bairro de Pero Vaz, o grupo tem um repertório variado, marcado pelas variedades do samba de roda e samba dolente, passando por músicas de MPB e outras variedades. Já participou do Circuito Osmar do Carnaval soteropolitano nos anos de 2013 e 2014; em 2015, agitou a festa do Rei Momo em Periperi.

Domingo (27) é dia de Marcos Oliveira e Dupla de Chorinho, que vai se apresentar das 18 às 19h no Largo Cruz do Pascoal. Também no domingo, das 11h30 às 12h30, vai ser realizada mais uma edição do Concertos nas Igrejas, na Igreja de São Pedro dos Clérigos, com a atuação da Orquestra de Violões da Ufba. Fundada em 2010, é um dos grupos estáveis da universidade, com uma média de 15 integrantes, entre eles alunos, professores e funcionários da instituição. Seu repertório caracteriza-se pelo alto nível técnico-interpretativo e pela importância histórica das obras e compositores.

À tarde, a criançada tem compromisso marcado às 16h com o grupo Canela Fina, que vai fazer mais uma roda de musicalização na Programação Infantil no Cruzeiro de São Francisco. Com cinco anos de carreira, o grupo tem como proposta fornecer ao público infantil músicas inéditas, com composições e arranjos próprios e instrumentações variadas, a fim de aperfeiçoar a percepção e apreciação musicais das crianças. Além disso, a equipe desenvolve um programa educacional em forma de curso de musicalização infantil em diferentes espaços da cidade de Salvador.

Unit´