Conta de energia elétrica deve ficar mais barata a partir de hoje. (Foto: Reprodução/Blog Agravo)

Devido aos índices de chuva no Brasil dentro da expectativa para o mês de outubro, a bandeira tarifária da conta de energia elétrica para dezembro dificilmente retornará para a bandeira vermelha, disse o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), André Pepitone. “Reverter acho difícil, no pior estágio seria manter a amarela”, disse.

A Aneel pode inclusive analisar a possibilidade de adotar a bandeira verde no próximo mês.  O estudo levará em conta a melhora nos níveis dos reservatórios diante da quantidade de chuva no Brasil durante novembro. Segundo o diretor-geral do órgão regulador, André Pepitone, é preciso aguardar mais um pouco para avaliar alguns fatores que influenciam o modelo que determina a escolha da cor da bandeira.


LEIA MAIS

Operação policial prende suspeitos de envolvimento com tráfico de drogas (Foto: SSP/SE/Divulgação)

Pelo menos 18 pessoas foram presas e três mortas até às 6h30 desta sexta-feira (9) em uma operação policial contra o tráfico de drogas.

Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SSP/SE), a operação busca cumprir mais de 30 mandados de busca e apreensão e mais de 20 mandados de prisão em cidades de Sergipe e da Bahia. Em Sergipe, os mandados deverão ser cumpridos nas cidades de Nossa Senhora da Glória, Feira Nova, Monte Alegre, Canindé do São Francisco, Poço Redondo e Porto da Folha. Na Bahia, na cidade de Paulo Afonso.


LEIA MAIS

A Receita Federal abre nesta sexta-feira (9), a partir das 9h, consulta ao sexto lote da restituição do Imposto de Renda Pessoa Física da declaração de 2018. O Fisco também abrirá consulta a lotes residuais das declarações de 2008 a 2017.

Ao todo, a Receita pagará R$ 1,9 bilhão a 1.142.680 contribuintes. Desse total, 991.153 declarações são do Imposto de Renda deste ano, cujo pagamento totalizará R$ 1,676 bilhão.


LEIA MAIS

Na próxima quinta-feira, 15 de novembro, feriado nacional da Proclamação da República, o comércio de Feira de Santana – Região Centro Norte Baiana – irá funcionar por conta de um acordo firmado pelo Sindicato. O comércio varejista de rua e de shopping centers estão autorizados a abrir, mediante às seguintes condições: os estabelecimentos comerciais do centro da cidade que desejarem funcionar poderão abrir das 9h às 14h. Já o shopping Boulevard, poderá funcionar das 14h às 20h. O Amércia Outlet poderá abri a partir das 10h e fechar ás 22h, sendo que cada empregado só poderá em um turno de seis horas.

A nota também explica como fica a situação do empregado que vai trabalhar neste feriado. “Ele receberá uma bonificação de R$ 62,00 que será paga no mesmo dia trabalhado, quando trabalharem para empresas com até 20 empregados e, uma bonificação de R$ 67,00, para empresas com mais de 20 empregados”. No que tange ao vale transporte, o acordo determina que os trabalhadores têm direito ao vale na quantidade necessária ao deslocamento residência-trabalho-residência sem que sejam onerados com qualquer aumento do desconto já realizado pela empresa.

A apresentadora da TV Globo teve de bloquear comentários de internautas em suas redes sociais após ataques e xingamentos que vem sofrendo. (Foto: Reprodução)

Uma sociedade acostumada ao calor e aos consequentes trajes curtos na praia, além da nudez histórica no período de carnaval. Os estrangeiros podem estranhar comportamentos intolerantes do brasileiro em relação à sexo e sexualidade, ainda consideradas tabus por muita gente que vive no País. Diante disso, falar sobre o tema na TV aberta, independentemente do horário, gera polêmica. E Fernanda Lima sente isso na pele com a nova temporada de “Amor & Sexo”, programa que aborda temas como relação amorosa, apetite sexual, questões de gênero e comportamento.

A apresentadora da TV Globo teve de bloquear comentários de internautas em suas redes sociais após ataques e xingamentos que vem sofrendo. Na última terça-feira (6), o perfil dela no Instagram, que tem 3,6 milhões de seguidores, foi fechado para mensagens de internautas. São agressões censurando as pautas do programa e, em alguns casos, ofensas pessoais à apresentadora.

Fernanda Lima publicou um trecho do programa desta quarta-feira, 7, sem mencionar a situação.

Na terça, a apresentadora abriu o programa com um discurso incisivo sobre o conservadorismo e prometendo que “a revolução está apenas começando”. “Chamam de louca a mulher que desafia as regras e não se conforma. Chamam de louca a mulher cheia de erotismo, de vida e de tesão. Chama de louca a mulher que resiste e não desiste. Chamam de louca a mulher que diz sim e diz não. Não importa o que façamos, nos chamam de louca”, disse.

Fernanda foi além e afirmou que nada disso importa: “Se levamos fama, vamos sim deitar na cama. Vamos sabotar as engrenagens desse sistema de opressão. Vamos sabotar as engrenagens desse sistema homofóbico, racista, patriarcal, machista e misógino. Vamos jogar na fogueira as camisas de forças da submissão, da tirania e da repressão. Vamos libertar todas nós e todos vocês. Nossa luta está apenas começando”, concluiu.

No início de outubro, Fernanda Lima deu entrevista ao portal do jornal O Estado de S. Paulo e falou sobre a nova temporada do programa. “Quando a gente traz algo que toca a todos, a gente não precisa separar homens de mulheres, gays de héteros, pretos de brancos. Estamos falando com todo mundo e queremos as mesmas coisas: direitos, mais honestidade e respeito”, declarou na ocasião.

Desde a primeira entrevista após assumir a presidência do Supremo, Toffoli tem declarado que pautaria o auxílio-moradia para julgamento em plenário após ser aprovado o aumento de salário dos ministro do STF (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, agradeceu ao Senado por ter aprovado o reajuste dos salários dos ministros da Corte e disse que deverá agora enfrentar a questão do auxílio-moradia do magistrados. “Com a aprovação do novo subsídio, nós poderemos agora resolver essa questão do auxílio-moradia. Vou conversar com o relator, o vice-presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Luiz Fux, para ver a melhor hora de deliberarmos a respeito”, disse Toffoli à TV Justiça, após evento no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Desde a primeira entrevista após assumir a presidência do Supremo, Toffoli tem declarado que pautaria o auxílio-moradia para julgamento em plenário após ser aprovado o aumento de salário dos ministro do STF pelo Senado. “Agradeço em nome de todo o Poder Judiciário a aprovação desse projeto”, disse ele nesta quarta-feira.

Segundo o senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), relator do projeto na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, que votou contra o aumento, estudos da Consultoria Legislativa mostram que o impacto fiscal da medida pode chegar a 6 bilhões de reais, com o chamado efeito cascata, uma vez que os vencimentos dos ministros do STF servem de teto para o funcionalismo público.

Toffoli disse que, no que concerne ao orçamento do Poder Judiciário, o reajuste para toda a magistratura já está contabilizado, e os recursos serão remanejados de outros itens orçamentários. O ministro voltou a afirmar que não se trata de um aumento, mas de uma “revisão de inflação”.

Segundo o MPF, a vítima deve receber tratamento imediato sem ter que passar pelo boletim de ocorrência (Imagem: Reprodução)

O Ministério Público (MPF) lançou a campanha “Lei do Minuto Seguinte”, em que o principal objetivo é garantir que a população conheça a Lei 12.845/13, que garante o atendimento emergencial, integral e multidisciplinar gratuito às vítimas de violência sexual, em todos os hospitais integrantes da rede do Sistema Único de Saúde (SUS).

A iniciativa contou com apoio da Associação Brasileira de Agências de Publicidade (Abap) e da agência Y&R. Segundo o MPF, a vítima deve receber tratamento imediato sem ter que passar por outro serviço antes, pois não é necessário ter boletim de ocorrência (BO) antes do atendimento.

Para o Procurador da República, Pedro Machado, as primeiras 72 horas após a violência sexual são muito importantes para que o protocolo de atendimento medicamentoso seja administrado e evite doenças graves futuras. De acordo com o jornal Estadão, a campanha tem um filme de 60 segundos que irá ser divulgado em canais da TV aberta e alguns canais fechados.

Em 2016, foram registrados mais de 49 mil casos de estupro, conforme informações do levantamento do Instituto de Pesquisa Econômica Avançada (IPEA). Já em 2017, foram mais de 60 mil casos.

Após uma articulação relâmpago do presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), o reajuste de 16,38% nos salários de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) foi aprovado pelos senadores e segue para sanção presidencial. Com isso, o teto do funcionalismo público passa de R$ 33.763,00 para R$ 39.293,32. O plenário do Senado deu o sinal verde para o aumento apesar do apelo do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), que manifestou preocupação com a votação. O reajuste terá um efeito em cascata para a União e sobretudo para os Estados, que já enfrentam grave crise financeira e correm risco de insolvência justamente devido ao elevado comprometimento de suas receitas com o pagamento da folha de pessoal.

A decisão de Eunício de pautar o projeto do reajuste pegou de surpresa as lideranças dos partidos. Como mostrou mais cedo o Broadcast Político, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, o presidente do Senado tomou a decisão depois de uma conversa ontem com o presidente do STF, ministro Dias Toffoli. Eunício não convocou a reunião de líderes para tratar do assunto, o que é praxe.

A matéria estava parada na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado com parecer contrário do relator, Ricardo Ferraço (PSDB-ES). Mas o presidente do Senado designou novo relator, o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), que deu parecer favorável ao aumento. Eunício rebateu as reclamações de que foi pouco transparente na articulação para pautar o projeto. “Os reajustes estavam pautados, não é verdade que não estavam, houve pedido de urgência”, afirmou o presidente do Senado.

 

*Estadão

Angélica criticou a postura de Leão Lobo (Foto: Reprodução)

A polêmica envolvendo Angélica e Zezé di Camargo começou após uma fala de Leão Lobo. O jornalista declarou que, antes de Luciano Huck, a apresentadora teria mantido um romance secreto com o cantor sertanejo. Diante da repercussão, Angélica correu para as redes sociais e desabafou: “Acho muito feio inventar histórias dos outros, mas quando envolve famílias, eu acho irresponsável mesmo. É mentira, né, gente? Mentira”. Ela ainda declarou que conhece a ex-mulher de Zezé, Zilu Camargo, e que tem amizade com as filhas do casal.

“Elas são minhas amigas. Muita irresponsabilidade. Eu respeito muito as famílias todas e quero respeito com a minha também. É uma notícia que dá até vontade de rir. Antiga, coisa velha, que não existe. Inventada. Mas envolve pessoas que gosto e respeito, então não curti”, concluiu Angélica.

Zezé di Camargo também usou as redes sociais para esclarecer a história e falou diretamente à Leão Lobo. “Isso que você falou em relação a mim com uma pessoa que eu tenho o maior carinho, maior respeito e conheço desde pequena. Conheço a família toda, o marido dela é meu amigo, não tem fundamento nenhum, pelo amor de Deus!”, disse o cantor. Ele também deu um recado: “Pensa direito no que vai falar porque envolve famílias, envolve pessoas que a gente gosta, amigos”.

Angélica criticou a postura de Leão Lobo: “Gente, estou muito chocada. Incrível como as pessoas são irresponsáveis! Se dizem jornalistas e acabam mandando coisas que outros replicam, aí vira uma bola de neve, então, resolvi falar”, declarou nas redes sociais.

Getty Images

As mulheres que fumam, sofrem de diabetes ou hipertensão correm mais risco de ter um ataque cardíaco do que homens nas mesmas condições, afirma uma pesquisa liderada por cientistas da Universidade de Oxford, no Reino Unido.

O estudo monitorou cerca de 500 mil pessoas entre 40 e 69 anos cadastradas no banco de dados de saúde UK Biobank.

Ao longo de sete anos, 5.081 participantes tiveram seu primeiro ataque cardíaco – e um em cada três eram mulheres.

De uma maneira geral, os homens ainda são três vezes mais propensos do que as mulheres a ter um ataque cardíaco.


LEIA MAIS

Unit´